Cada um ajuda como pode. E você, ajuda com o quê?

 

Tem quem opta por fazer doações de brinquedos, de dinheiro, de objetos, roupas, enfim, tem quem opta por contribuir com a sociedade. É louvável. Fazer o bem ao próximo traz resultados extraordinários para si próprio. Fazer o bem ao próximo é fazer o bem a si mesmo.

 

O mais importante é fazer alguma coisa, sabe, ainda que, aos olhos de uns e outros, não seja o suficiente. Mas aos olhos de muitas pessoas pelas quais você busca contribuir um bocadinho, ainda assim é bem recebido, bem incentivado a manter.

 

Escolhi esse ano ser conexão entre pessoas. Escolhi que, no que eu tiver acesso, se eu puder repartir, farei isso. Se eu puder repartir algo que irá agregar na vida do outro, eu farei isso.

 

Foi por conta desse motivo que criei 2 grupos de WhatApp: o Roda da Kika Jobs. Muitos me disseram e ainda dizem: Nossa! Como você dá conta de administrar? É loucura ter que sinalizar sempre quem não entra nas regras! Tem uma turma despreparada lá, Kika, só Jesus!

 

Ouço, tomo o que me cabe e o que não cabe, simplesmente filtro. E sabe por que dá certo? Porque tenho excelentes amigos que me ajudam a manter o grupo. A manter quase 500 integrantes (parte, uns 30 participantes de analistas de seleção de agências de emprego, psicólogos, colegas de grandes empresas que postam vagas, enfim), porque possuem, talvez, o mesmo propósito que o meu: de contribuir com as vagas, de contribuir com a informação que possuo e com a carreira das pessoas.

 

Escolhemos fazer diferente, ter um olhar diferente, pensar além dos problemas que o país vive, pensar no quanto somos corresponsáveis pela situação que aí está. Arregaçamos as mangas e optamos por dia a dia postar vagas, trazer uma mensagem de incentivo, sinalizar sobre as regras, trazer questões sobre empregabilidade, celebrar quando um ou outro conquista sua tão realizada vaga de emprego.

 

É um grupo de vagas e é mais. É um grupo que, na medida do possível se ajuda, ainda que a rotina de trabalho, às vezes nos toma o tempo. Um sinaliza uma vaga ao outro, um traz uma mensagem de otimismo ao outro. Há sempre um livro indicado, um vídeo, uma observação de carreira e empregabilidade, enfim... os mais fortes sobrevivem... e sou grata, simplesmente assim, grata por ter pessoas tão generosas por me ajudar a administrar o grupo.

 

Iniciei o trabalho voluntário e hoje é um trabalho feito a várias mãos. Como sempre gostei de fazer. Cada um escolhe a forma que deseja contribuir na vida. Tenho outras maneiras e essa também é uma delas.

 

Gosto bastante de uma frase que li, reli e leio sempre, e que busco consultar O livro de Ouro da Liderança, de Jonh C. Maxwell, minha leitura de cabeceira:

 

"Mais do que nossas habilidades, são nossas escolhas que mostram quem somos de fato".

É verdade. Se você deseja saber quem é uma pessoa, não consulte seu currículo. Não ouça o que ela diz. Apenas veja que escolhas ela faz.

Posso dizer que tenho crenças. Posso pensar que possuo determinados valores. Posso querer agir de uma maneira específica. Mas minhas escolhas revelam quem sou de fato. Suas escolhas também produzem esse efeito", 

da romancista J. K. Rowling.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

RECENT POSTS
Please reload

SEARCH BY TAGS
Please reload

ARCHIVE